PGR acusa detidos pela morte de guarda da UEA

PGR acusa detidos pela morte de guarda da UEA

A Procuradoria Geral da República (PGR) acusa três detidos no crime de homicídio voluntário por espancamento

Os cidadãos Pedro Ferreira Contreiras, de 42 anos, Gil Isaac, de 53 anos, e Neto Kabingano, de 20 anos, são acusados como autores da morte de . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta