Governo abre inquérito sobre morte por alegada falta de oxigénio no hospital de Benguela

Governo abre inquérito sobre morte por alegada falta de oxigénio no hospital de Benguela

A direcção do hospital reconhece que se registou uma ruptura no estoque de oxigénio na data dos factos, devido a serviços de manutenção, mas alega que a morte da pequena ocorreu muito antes. Neste dia, tinham sido acauteladas 90 botijas de oxigénio


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta