FMI diz que Angola precisa de duplicar preço dos combustíveis em oito meses

FMI diz que Angola precisa de duplicar preço dos combustíveis em oito meses

O Governo angolano terá de duplicar o preço do litro de gasolina e de gasóleo em oito meses, para eliminar os subsídios que atribui à petrolífera estatal Sonangol para manter os preços baixos, estima o FMI.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta