Benguela regista mais de 300 casos de fuga à paternidade

Benguela regista mais de 300 casos de fuga à paternidade

O Instituto Nacional de Criança em Benguela e o Tribunal registaram, no ano passado, um total de 344 casos de fuga à responsabilidade paternal, quase o dobro do ano anterior, 2016, em que se registaram 181. Apesar de os pais serem a esmagadora maioria . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta