Funcionários da empresa de Águas de Benguela ameaçam greve

Funcionários da empresa de Águas de Benguela ameaçam greve

Mais de 500 trabalhadores da Empresa Pública de Águas e Saneamento de Benguela (EASB), afecta ao Ministério da Energia e Águas, ameaçam paralisar as suas actividades laborais, nos próximos dias, caso a entidade patronal não liquide os três . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta