Nova Constituição de Cuba abre portas à defesa de direitos da comunidade LGBT

Nova Constituição de Cuba abre portas à defesa de direitos da comunidade LGBT

 A futura Constituição de Cuba vai abrir a porta à defesa dos direitos da comunidade LGBT (lésbicas, 'gays', bissexuais e transexuais), disse à agência de notícias France-Presse a deputada Mariela Castro, filha do ex-presidente Raul Castro.

Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta