Fugas à paternidade e maternidade vistas como maiores crimes contra a criança

Fugas à paternidade e maternidade vistas como maiores crimes contra a criança

Os fenómenos de fuga à paternidade e à maternidade são considerados pela vice-presidente para a Área Económica do Distrito do Rangel, Maria Amélia Rita, como maiores crimes que podem ser cometidos contra uma criança, porque elas não pedem para nascer . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta