A RDC não deve deixar Brazzaville e Luanda pilotar os 700 projectos identificados

A RDC não deve deixar Brazzaville e Luanda pilotar os 700 projectos identificados

O presidente da Expo-Concreta, Jean Bamanisa Saidi, pede ao governo congolês que se envolva mais na liderança da criação do corredor ocidental entre Kinshasa, Brazzaville e Luanda. Segundo ele, mais de 700 projectos identificados pelo Ministério da Indústria da África do Sul estão envolvidos neste projecto. Daí o interesse de ter um escritório regional de projetos em Kinshasa.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta