Permanência de Paulo de Almeida no cargo depende do Tribunal Supremo

Permanência de Paulo de Almeida no cargo depende do Tribunal Supremo

A permanência do comissário-geral Paulo Gaspar de Almeida no cargo de comandante-geral da Polícia Nacional (PN), no qual tomou posse ontem, dependerá da resposta do Tribunal Supremo ao recurso interposto sobre o alegado esbulho violento de uma quinta de 12 hectares de que ele . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta