1º de Agosto espreita festa do tricampeonato nacional

Para abrir o champanhe, os militares são obrigados a vencer hoje o Recreativo da Caála do Huambo, bem como o Domant FC do Bengo, no Domingo

POR: Sebastião Félix

O 1º de Agosto está na iminência de espreitar hoje a festa do tricampeonato nacional, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, às 17:30. O bicampeão nacional bate-se com o Recreativo da Caála (Huambo), em partida de atraso referente à 24ª jornada do Girabola Zap. Neste embate, se o clube fundado em 1977 vencer o emblema do Planalto Central, ficará a uma vitória da consagração. Para abrir o champanhe no Domingo, os militares serão obrigados a vergar o Domant FC do Bengo, em jogo da 26ª ronda do Campeonato Nacional. O cenário, a ser favorável para os militares nesta maratona de jogos, devido ao seu engajamento nas Afrotaças, colocará o Petro de Luanda numa posição desconfortável. Tudo indica que o 1º de Agosto terá muitas dificuldades para chegar aos 55 pontos, porque os dois adversários estão aflitos.

O Caála está muito aquém do que fez nos últimos anos no Campeonato Nacional de futebol sénior masculino. O bicampeão nacional recuperou nas duas últimas rondas, por isso tem teoricamente forças para aguentar a pressão dos perseguidores directos. O técnico do 1º de Agosto, Zoran Maki, reconheceu que os seus atletas estão fisicamente desgastados devido à Liga dos Clubes Campeões Africanos. Mas, adiantou, antes desta partida conseguiu recuperar a equipa pois está em causa a disputa dos três pontos. O regresso do médio Geraldo deu outra dinâmica ao sector ofensivo dos militares, aliás foi o homem do jogo na cidade do Lubango, província da Huíla, frente ao Desportivo local. Os militares venceram por duas bolas a uma.

Três galos para um único poleiro

Depois da desistência do JGM do Huambo e da confirmação da despromoção do 1º de Maio de Benguela, no Girabola 2018 falta encontrar o último despromovido e o campeão nacional, que será entre 1º de Agosto e o Petro de Luanda. Quando faltam duas jornadas para o fim da prova, a última equipa a descer de divisão sairá entre Domant do Bengo, Recreativo da Caála e Cuando-Cubango FC. A formação das terras do “Jacaré Bangão” está em 14º com 22, os caalenses estão em 13º, com 24, enquanto a turma do Cuando-Cubango é a 12ª, com