Rafael Massanga: ‘O tempo ajudou a mostrar que Savimbi não era aquilo que muitos pensavam’

Rafael Massanga: ‘O tempo ajudou a mostrar que Savimbi não era aquilo que muitos pensavam’

Rafael Massanga Sakaita Savimbi é secretário-geral adjunto da UNITA, formação política que tem como líder fundador o seu pai, Jonas Malheiro Savimbi, morto há 16 anos no Lucusse, província do Moxico. É, neste momento, entre os herdeiros de Savimbi o que ocupa uma posição política mais alta nesta organização e o seu nome tem sido cogitado para os mais altos voos. Mas o jovem. de 39 anos, não abre o jogo. Nem admite ser delfim de Isaías Samakuva, que deverá abandonar a liderança no próximo ano. O seu maior sonho é ver Angola transformada num país melhor. Frontal, o deputado diz que está na política por opção e não por ser filho do antigo líder, cuja imagem, segundo ele, tem vindo a melhorar à medida que o tempo passa..


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta