Netanyahu fez visita ‘secreta’ ao Egipto para tratar questão de Gaza

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, dia 22 de Maio deste ano, realizou uma visita excepcional e “secreta” ao Egipto, onde conversou com o presidente Abdel Fatah Al Sissi sobre uma trégua na Faixa de Gaza, veiculou esta Segunda-feira a televisão israelita.

Até ao momento não há nenhuma confirmação oficial dessa visita revelada pela rede de televisão privada “10”. Segundo a “10”, a conversa durou várias horas e aconteceu quando a tensão aumentou na Faixa de Gaza, controlada pelo movimento islâmico Hamas.

Desde 30 de Março, a fronteira entre o enclave palestiniano e o território israelita é palco de uma mobilização contra o bloqueio há dez anos imposto por Israel à Faixa de Gaza, e pelo retorno dos palestinianos expulsos ou que fugiram de suas terras na sequência da criação do Estado hebreu, em 1948. Desde essa data, os soldados israelitas mataram pelo menos 169 palestinianos. Um militar israelita morreu a 20 de Julho, o primeiro desde 2014.

Segundo fontes americanas citadas pela “10”, o encontro entre o primeiro-ministro israelita e o Presidente egípcio foi marcado pela necessidade de produzir uma trégua de longo prazo na Faixa de Gaza, um regresso da Autoridade Palestiniana de Mahmud Abbas para governar o enclave, a redução do bloqueio israelita e a reabilitação de infra-estruturas vitais na região. O Egipto é, juntamente à Jordânia, o único país árabe que concluiu um tratado de paz com Israel. Em várias ocasiões o Cairo foi palco de negociações que permitiram pôr fim às guerras sucessivas entre Hamas e Israel.