Pensilvânia aponta mais de 300 padres por pedofilia

Pensilvânia aponta mais de 300 padres por pedofilia

Uma ampla investigação nos Estados Unidos encontrou evidências contra pelo menos 300 padres violadores e identificou acima de mil menores de idade, durante décadas, vítimas de abusos sexuais encobertos pela Igreja Católica na Pensilvânia.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta