Banco Mundial disponibiliza USD 15 milhões para asfaltar estradas em Bissau

Com poucos recursos financeiros, a Guiné-Bissau tem beneficiado de vários apoios do Banco Mundial e de outras instituições financeiras mundiais, assim como de países da CEDEAO, região onde está inserida.

Banco Mundial vai conceder um crédito de 15 milhões de dólares para financiar a asfaltagem de algumas estradas rurais nas províncias do Norte e do Leste da Guiné- Bissau no próximo ano, anunciou na Quarta-feira, em Bissau, o representante residente da organização, Amadu Oumar Bá. Amadu Oumar Bá falava depois da audiência que o ministro das Obras Públicas, Construções e Urbanismo, Óscar Barbosa, concedeu a uma delegação do Banco Mundial para a área dos transportes, que esta semana se encontra de visita ao país.

O representante residente adiantou que o encontro serviu para o Banco Mundial apresentar os pormenores do projecto ao ministro guineense e solicitar o seu apoio com vista a facilitar o desenrolar do processo o mais rápido possível. Amadu Oumar Bá, que não precisou a data exacta do início dos trabalhos, referiu que neste momento o Banco Mundial estaria a efectuar estudos de viabilidades, visando a criação de condições para facilitar a circulação de pessoas e o escoamento dos bens produzidos naquelas zonas rurais. A maior parte das estradas rurais na Guiné-Bissau, salvo as que foram alcatroadas na época colonial e que, no entanto, neste momento se encontram em avançado estado de degradação, é de terra batida.