Concorrente da Lista A à presidência da UNAC-SA apela à calma aos associados

O líder da Lista A, Zeca Moreno, concorrente à presidência da União Nacional dos Artistas e Compositores- Sociedade de Autores (UNAC-SA), apelou a classe, em particular os eleitores, para observância da calma, uma vez que as eleições não foram inpugnadas.

Zeca Moreno reagia ao comunicado de imprensa da Lista B, assinado pelo seu candidato, Belmiro Carlos, divulgado Sexta-feira,17, dia em que deveria ser realizado o pleito, esclareceu que o seu adiamento deveu-se à interposição de uma providência cautelar com um prazo de cinco dias, para se apurarem as irregularidades que se diz existirem no processo eleitoral. Encorajou os associados a manterem-se calmos e pacientes, uma vez que o processo demora alguns dias, mas a verdade será esclarecida. “Hoje, 17 de Agosto de 2018, deveriam os artistas angolanos, regularmente inscritos na UNACS.

A., exercer o seu direito de voto nas províncias de Benguela, de Cabinda, do Huambo, de Malanje e de Luanda, um acto inédito na história da Organização desde há mais de 30 anos da sua fundação, por haver duas listas a concorrer ao pleito eleitoral”, realçou Zeca Moreno, em comunicado. O candidato recordou que, por decisão da Assembleia Geral da UNAC-S.A., em reuniões realizadas nos dias 5 de Maio e 22 de Junho do corrente ano, foi deliberado realizar o processo eleitoral para a eleição dos órgãos sociais da organização, num processo que, no seu entender, se esperava que fosse pacífico, inclusivo e sério.

“É com bastante estranheza que a Lista A constata uma exclusiva preocupação por parte da Lista B, ao defender a inclusão de alguns supostos artistas mal inscritos em algumas províncias, para que exerçam o direito de votar”, desabafou. Zeca Moreno sublinhou que diante de tal intransigência, supõe- se alguma conivência da parte dos representantes da UNAC-S.A. nas províncias de Benguela, do Huambo e de Cabinda, que são membros integrantes da Lista B. Com estas evidências, acrescentou, a Lista A vê-se no direito de entender que os integrantes da Lista B urdiram tamanhas irregularidades, agindo de ma-fé de forma premeditada e consciente, no afã de tentar obter fraudulentamente votos favoráveis. Qual é o porquê de tanta preocupação por parte da Lista B?, questionou Zeca Moreno.