Editorial: Não é só na política

Editorial: Não é só na política

Já aconteceu na academia, em clubes desportivos, em associações estudantis. Agora é a vez dos artistas. Parece uma predisposição genética, a incapacidade de os angolanos organizarem, participarem e aceitarem processos electivos normais, para o bem dos representados. A democracia só existe quando se ganha e, infelizmente, para se . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta