Milhares fogem da Venezuela apesar do fantasma da xenofobia

Milhares fogem da Venezuela apesar do fantasma da xenofobia

O turbante improvisado protege Daisy do penetrante frio de Tulcán, município fronteiriço que separa o Equador da Colómbia e ponto de convergência dos venezuelanos que esperam reconstruir as suas vidas em alguma nação sul-americana.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta