Manuel Augusto convida homólogo alemão a visitar Angola

O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, estendeu ontem, Sexta-feira, 24, ao seu homólogo alemão um convite para efectuar uma visita oficial a Angola, que foi aceite e as datas serão acordadas oportunamente pelos canais diplomáticos.

O convite foi feito ontem depois de, no quadro da visita à República Federal da Alemanha do Presidente da República, João Lourenço, o ministro dos Negócios Estrangeiros da República Federal da Alemanha, Heiko Maas, ter recebido o seu homólogo angolano para abordar temas bilaterais e multilaterais de interesse mútuo e avaliar o desenvolvimento da cooperação entre os dois países. Este encontro teve lugar depois das conversações que o Chefe de Estado angolano manteve com a chanceler Angela Merkel e o presidente Frank-Walter Steinmeier. Durante a visita da delegação angolana, o Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço fez um importante discurso na sessão de abertura do VII Fórum Económico Angola-Alemanha, em que convidou os empresários alemães a aumentar e a diversificar os seus investimentos em Angola.

O Presidente angolano também visitou a Escola de Mecatrônica da Siemens e participou de um jantar com representantes das vinte maiores empresas alemãs no ambito dos esforços comuns em aprofundar as relações económicas. No encontro de consultas politicas no Ministério dos Negócios Estrangeiros Alemão, os dois ministros discutiram formas de promover e aprofundar a cooperação bilateral e de criar condições objectivas para uma maior aproximação do sector de negócios e o desenvolvimento de parcerias com vantagens recíprocas. Neste sentido, saudaram a assinatura da Declaração Conjunta entre o Ministério Federal dos Transportes e Infra-estrutura Digital da República Federal da Alemanha e o Ministério dos Transportes da República de Angola e do Memorando de Entendimento sobre a Cooperação entre o Instituto Geológico de Angola (IGEA) e o Instituto Federal de Geociências e Recursos Naturais da Alemanha (BGR) por reflectirem um novo espírito de cooperação bilateral.

Por outro lado, reconheceram a necessidade da finalização de outros instrumentos jurídicos em negociação visando o incremento das relações políticas, económicas, sociais e culturais entre os dois países. Os ministros expressaram o seu apoio ao reforço da integração regional e às iniciativas africanas para a paz, a estabilidade e o desenvolvimento em África e manifestaram- se encorajados com a evolução da situação política em países como a República Democrática do Congo (RDC). Neste contexto, a parte Alemã enalteceu o papel de Angola na manutenção da paz e da segurança na Região dos Grandes Lagos.

Os dois ministros discutiram ainda os programas “Compact with Africa” e o “Plano Marshall para África” apresentados pela Republica Federal da Alemanha durante a sua presidência rotativa do G20 com o objectivo de criar um novo quadro de cooperação com a África. Abordaram igualmente os desafios da União Europeia decorrentes do Brexit, tendo a parte angolana encorajado os esforços da Alemanha neste processo. Finalmente, os ministros falaram da cooperação nas Nações Unidas, incluindo a reforma do seu Conselho de Segurança e expressaram a sua defesa comum ao multilateralismo neste contexto internacional de crescente unilateralismo. A parte alemã agradeceu o apoio de Angola na sua recente eleição a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) para o período 2019-2020.