Actividades culturais marcam ‘Independência do Brasil’ em Setembro

Concertos musicais, sessões de gastronomia e de cinema, exposições de artes plásticas e artes cénicas assinalam os festejos da Independência do Brasil, a decorrerem de 4 a 27 de Setembro, em Luanda

Texto de: Antónia Gonçalo

A Associação de Empresários e Executivos Brasileiros em Angola (AEBRAN) realiza, em Setembro, a 13ª Semana do Brasil, em Luanda, que visa celebrar os 196 anos de Independência deste país, no dia 7.

As actividades a serem realizadas em parceria com a Embaixada do Brasil e o Centro Cultural Brasil- Angola (CCBA) decorrem de 4 a 27 do referido mês. Serão actividades musicais, gastronómicas, exposições de artes plásticas, de artes cénicas e sessões de cinema.

Segundo a presidente da AEBRAN, Arlete Holmes, embora seja uma instituição de executivos e empresários, têm como missão promover a integração dos brasileiros na comunidade local, assim como a sua interacção com a cultura local.

“Vamos passar pela vertente cultural com músicas muito boas e comida típica. Vamos trazer questões relacionadas com o empreendedorismo e projectos em áreas relevantes para Angola”, considerou.

Por seu turno, o responsável do Sector Cultural da Embaixada do Brasil em Angola, Sérgio de Toledo, referiu que o objectivo dessas actividades, além de celebrar o Dia da Independência, pretende divulgar a cultura brasileira junto aos demais povos e aproximar a comunidade brasileira aos seus hábitos e costumes.

O responsável avançou que “Este é o momento em que as embaixadas do Brasil pelo mundo celebram a nossa cultura, com uma dupla função, que consiste em dar a conhecer os nossos hábitos e convidar os povos irmãos a fazerem parte da festa”.

Actividades Tudo começa no dia 4, com a apresentação da peça contemporânea teatral “Momentos estéreis” do grupo brasileiro Estrada, no CCBA. A peça, escrita pela dramaturga Paloma Dourado em 2012, espelha o processo da criação de uma obra artística.

No dia em que será assinalada a Independência do Brasil, será inaugurada a exposição de artes plástica de Sida Lima, pintora brasileira. No programa de actividades destaca-se a realização do “‘Arraiá’ fora de época”, na Fortaleza de São Miguel, visando comemorar as tradicionais “Festas Juninas”.

O evento será preenchido com forró nordestino, tocado com sanfonadas do Quinteto Sanfónico do Brasil, liderado por Targino Gondim. Na festa haverá gastronomia típica das festas juninas, envolvendo “quitutes” confeccionados com milho, mandioca e ginguba.

Sérgio de Toledo avançou que as expectativas em redor destas “Festas Juninas” são elevadas, pelo facto de serem a segunda edição. Sessões de cinema Um ciclo de cinema brasileiro decorrerá de 11 a 15 no CCBA, com a exibição do filme de animação “Lino”. Serão ainda apresentados os filmes “Elis”, “Hoje eu quero voltar sozinho”, “Minha mãe é uma peça 2” e “O Escaravelho do diabo”.

O segundo ciclo, que decorrerá de 20 a 27, realizar-se-á no Cinemax do Belas Shopping, com a exibição dos filmes “Como os nossos pais”, “Aquários”, “Que horas ela volta” e “Cinco vezes Chico”.

O responsável do sector cultural da embaixada do Brasil em Angola referiu que os filmes que estarão em sessão são representativos da nova geração de cineastas brasileiros de diversos campos e premiados.