“Em Angola muitos pensavam que eram a Lei”, afirma Mota Liz

“Em Angola muitos pensavam que eram a Lei”, afirma Mota Liz

O magistrado destaca que a circunstância política vigente no país sustenta a ideia de combate à impunidade de determinadas pessoas que sempre se sentiram acima da lei.

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

O vice-procurador-geral da República, Mota Liz, reiterou em Benguela . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta