Angola acolhe 70 mil refugiados e requerentes de asilo

Angola acolhe 70 mil refugiados e requerentes de asilo

Muitos dos refugiados estão a viver com “grandes limitações por falta de documentos e/ou expirados”, afirmou ontem, Quarta-feira, 3, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados em Angola.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta