Nadia Murad, que foi escrava de ‘jihadistas’ é Prémio Nobel da Paz

Nadia Murad,  que foi  escrava de ‘jihadistas’  é Prémio Nobel da Paz

Nadia Murad, com 25 anos, sobreviveu à tortura e escravidão sexual pelo Estado Islâmico e é hoje uma porta-voz do seu povo, os yazidis iraquianos, tendo-lhe sido atribuído o Nobel da Paz.Nadia Murad, de 25 anos, e o médico congolês Denis Mukwege, que tamb . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta