Empresas aguardam regresso às operações de compra e venda de diamantes

Empresas aguardam regresso às operações de compra e venda de diamantes

Um grupo de vinte empresas que actuam no sector de diamantes, nas províncias diamantíferas e que viram os seus funcionários detidos na última semana, no quadro da operação «Transparência», acusam o Serviço de Investigação Criminal (SIC) e a Polícia Nacional de abuso de poder e arbitrariedade nas detenções dos seus funcionários que se encontram legais e exercendo uma actividade igualmente legalizada.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta