Polícia turca acredita que jornalista Khashoggi foi morto no consulado saudita

Polícia turca acredita que jornalista Khashoggi foi morto no consulado saudita

A Polícia turca acredita que o jornalista saudita Jamal Khashoggi, crítico do poder de Riad e que desapareceu na Terça-feira, em Istambul, foi assassinado no consulado do seu país, segundo uma fonte próxima ao governo, uma informação negada pela Arábia Saudita.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta