“Estranho que quem lutou pela democracia seja neutral perante Bolsonaro”

“Estranho que quem lutou pela democracia seja neutral perante Bolsonaro”

Candidato do PT assume-se como o “candidato da democracia” contra um político que nunca mentiu na defesa da ditadura e da tortura. E diz que não tem de indultar Lula, porque este nunca o pediu.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta