Abandono do tratado de não proliferação nuclear poderia aumentar a tensão com a China

A retirada dos Estados Unidos de um tratado de armas nucleares com a Rússia poderia dar ao Pentágono novas opções para conter os avanços dos mísseis chineses, mas especialistas alertam que a corrida armamentista poderia intensificar as tensões na Ásia-Pacífico.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta