Caxarandanda “chora” pelo regresso do único enfermeiro voluntário

Caxarandanda “chora” pelo regresso do único enfermeiro voluntário

Artur Domingos prestava serviços a custo zero, não fossem as ofertas de produtos agrícolas da parte da comunidade, ficou sozinho no centro de Saúde de Kalamba e, consequentemente, sem tempo para as suas acções voluntárias.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta