A luta diária de trazer e salvar vidas

A luta diária de trazer e salvar vidas

Das cerca de 80 parturientes que acorrem diariamente à Maternidade Augusto Ngangula, em Luanda, perto de 30 dão à luz os seus bebés através de cesarianas. Entretanto, Lígia Alves, a sua directora, garante que registam uma redução drástica de casos de morte.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta