Angola em busca das melhores parcerias para o sector aéreo

Além das reformas em curso no sector aéreo, o ministro dos Transportes validou, em Amesterdão, Holanda, um acordo existente desde 2012 entre a TAAG – Companhia de Bandeira Nacional e a KLM, empresa aérea daquele país europeu.

As empresas públicas do sector aéreo, nomeadamente ENANA e TAAG, estão a ser reestruturadas. Para isso, o Ministério dos Transportes aposta nas melhores práticas mundiais. Com efeito, formalizou, na última Segunda-feira, um acordo com a companhia holandesa KLM que partilha código com a TAAG. Em exclusivo de Amesterdão, o PCE da TAAG, Rui Carreira, avançou que “o acordo já existe. O que fizemos foi apenas formalizar o mesmo num novo contexto para o sector”, referiu o experiente gestor dos transportes aéreos Para ele, o acordo tem vantagens para Angola, pois “vamos poder beneficiar da posição geográfica da Holanda, que é Hub (placa giratória) através do aeroporto Schipol em Amesterdão, um dos maiores da Europa.

A partir daí serão feitas outras ligações”, avançou. O acordo assinado pelo ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, e a ministra das Infra-estruturas e Águas da Holanda, Cora van Nieuwenhuizen, é o reforço do memorando assinado entre as empresas de aviação dos dois países, a 15 de Agosto de 2012. Com base nesse acordo, a KLM – transportadora aérea da Holanda e a TAAG efectuam dois vôos por semana, ligando Amesterdão e Luanda em regime de partilha de código. Na sua jornada europeia, o ministro dos Transportes foi recebido pelos membros da comissão parlamentar encarregue dos transportes, infra-estruturas e águas nos Países Baixos, assim como encontrou- se com a vice-ministra dos Negócios Estrangeiros da Holanda, Hanneke Schuiling.

TAAG com novas rotas

Prosseguindo a sua recuperação e implantação nos diversos mercados, lança um novo destino e aumenta a capacidade de oferta em mercados com elevada procura na programação Inverno 18/19, com início a 20 Outubro 2018. O aumento da oferta da capacidade e a melhoria de conectividade, confirmam o potencial de Luanda ser o Hub da África Austral para os mercados da Europa e América do Sul, sublinha a TAAG em comunicado. “Ao nível regional, aumentámos a oferta na rota de Joanesburgo com quatro (4) frequências adicionais em horário nocturno, operadas em B737-700, que garante maior flexibilidade e escolha para os passageiros em trânsito de e para os nossos destinos, Lisboa, Porto, São Paulo e Rio de Janeiro”, refere o documento, acrescentando que “Maputo vê também as frequências semanais aumentadas para cinco (5) com a introdução de dois vôos nocturnos às Terças e Quintas-feiras com ligação conveniente aos destinos atrás mencionados”, reforça.

Para Lusaka e Harare, a TAAG irá operar em vôo triangular aos Sábados e Segundas-feiras no horário idêntico ao actual. A última novidade ao nível regional, realça a companhia de bandeira, prende-se com a operação de Kinshasa e Brazzaville que passam a operar em vôo triangular às Segundas e Sextas-feiras em ligação com os vôos de Joanesburgo, São Paulo e Rio de Janeiro. Para Cape Town, a TAAG mantém a oferta de quatro (4) frequências semanais mas, no período de maior procura de 01 de Dezembro 2018 a 15 de Janeiro 2019, vai operar um vôo diário. Nos nossos destinos Intercontinentais foram introduzidas alterações pontuais que visam o aumento de oferta de capacidade e melhoria de conveniência nas conectividades.

Sob esta perspectiva, reforçámos a nossa oferta para S. Paulo com duas (2) frequências em horário diurno, às Quartas e Sextas- feiras o que perfaz cinco (5) frequências semanais para este destino sendo que, às Segundas, Quartas e Sextas-feiras o mesmo vôo opera Luanda-São-Paulo-Rio de Janeiro. A nossa frequência semanal para Havana mantém-se mas, os dias de operação foram alterados com partida de Luanda às Sextas- feiras, para melhor se ajustar à procura e conveniência de um mercado cada vez mais importante, o Turismo da África Austral para Cuba.

error: Content is protected !!