O mundo comemora centenário do Armistício da I Guerra Mundial

Paris é este domingo a capital das comemorações do centenário do Armistício que colocou a 11 de novembro de 1918 um ponto final nos quatro anos de conflito da I Guerra Mundial.
Cem anos depois, mais de 70 líderes mundiais, entre eles o Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, juntam-se na capital francesa para homenagear os cerca de 10 milhões de mortos e mais de 20 milhões de feridos daquela que ficou conhecida como a ‘Guerra das Guerras’.
Tudo começou a 28 de Junho de 1914, quando um nacionalista sérvio, Gravrilo Princip, assassinou o herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro, o arquiduque Francisco Fernando, em Sarajevo.
O contexto político de nacionalismos exacerbados, a rede de acordos secretos entre potências europeias e uma sucessão de acontecimentos acabou por fazer alastrar o conflito a uma escala internacional nunca antes vista no mundo.