Guarda-redes Tony Cabaça na equipa ideal da ‘Champions’ africana

O angolano Tony Cabaça, do 1.º de Agosto, foi eleito o melhor guarda-redes na última edição da Liga dos Campeões de África, entrando na equipa ideal elaborada pela Confederação Africana de Futebol (CAF).

Segundo o site oficial do clube, que cita dados da CAF, o guardião dos ‘militares’, que chegaram às meias-finais da ‘Champions’ africana, tendo sido eliminados nas pelo Esperance Tunes (1-0 em Luanda e 2-4 na Tunísia), que viriam a conquistar o troféu, obteve um total de 7,26 pontos.
Nas oito partidas que disputou na Liga dos Campeões africana, Tony Cabaça, suplente de Nandu (Interclube de Luanda) na seleção de Angola, defendeu dois de três penalties e registou uma média de 78% de defesas por jogo, tendo ainda ficado dois desafios sem sofrer golos.
Tony Cabaça, 32 anos, ingressou no 1.º de Agosto em 2012, tendo, depois, sido emprestado ao Desportivo da Huíla, regressando ao clube de Luanda no final da época de 2014.
O Al Ahly, do Egito, vice-campeão, foi a equipa que mais jogadores viu incluídos no ‘onze ideal’, com cinco, seguido do campeão Esperance Tunes, com três, o TP Mazembe, da República Democrática do Congo, com um, tal como o Horoya Athlétique Club, da Guiné-Conacri.
Equipa ideal da Liga dos Campeões africana:
– Guarda-redes: Tony Cabaça (1.º de Agosto, Angola).
– Defesas: Maâloul, Coulibaly e Fathi (Al Ahly, Egito) e Chongo (TP Mazembe, RD Congo).
– Médios: Baffour (Horoya Athlétique Club, Guiné-Conacri), Bguir (Esperance Tunes, Tunísia) e Soliman (Al Ahly, Egipto).
– Avançados: Belaili e Badri (Esperance de Tunes, Tunísia) e Azaro (Al Ahly, Egito).

error: Content is protected !!