Petro assume liderança à condição

As formações do Sporting de Cabinda e do Petro Atlético de Luanda não passaram de uma igualdade a uma bola ontem, em desafi o disputado no Estádio Municipal do Tafe a contar para a antecipação da 4ª jornada do Girabola Zap, Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, face ao envolvimento dos tricolores na Taça da Confederação Africana.

O único golo dos leões de Cabinda surgiu à passagem dos nove minutos por intermédio do avançado Chouma, que aproveitou um apagão dos defesas às ordens do técnico hispano- brasileiro Roberto Bianchi, após cobrança de um cruzamento. O tento dos tricolores que sentenciou o resultado em (1-1) nasceu dos pés do avançado brasileiro, Tiago Azulão, na marcação de uma penalidade aos 62 minutos, depois de um erro de principiante por parte de Manucho, guardarredes leonino, acabando por importunar o craque tricolor. No fi m da contenda, a equipa técnica petrolífera recusou-se a prestar quaisquer declarações acerca do resultado que poderia colocar a sua agremiação na liderança “isolada” da prova à condição com cinco pontos.

No final da partida, em declarações à imprensa, Emená Kuazambe felicitou a prestação que os seus pupilos tiveram dentro das quatro linhas, tendo sublinhado igualmente que o objectivo da sua formação era o de conquistar os três pontos, de forma a apagar a má imagem apresentada na primeira e segunda jornadas da competição, depois de ter perdido curiosamente por claros 3-0, diante das equipas da Académica do Lobito e do Progresso do Sambizanga, respectivamente.

O Sporting de Cabinda continua a erguer a bandeira de lanterna vermellha, agora, com um ponto, sem esquecer que atravessa problemas técnicos e administrativos desde o arranque da prova nacional. A 4ª jornada do Girabola’ 2018/2019, reserva ainda os seguintes jogos: Saurimo FC – Cuando-Cubango, Sagrada Esperança-Progresso do Sambizanga, Kabuscorp do Palanca- ASA, Desportivo da Huíla- Interclube, Bravos do Maquis -Académica do Lobito e Recreativo da Caála-Recreativo do Libolo.