Angola vence torneio Dipanda President Cup no Campo dos Mangais

Depois de duas edições a perder para a selecção asiática e para a eurásia, Angola venceu, pela primeira vez, o torneio de golfe alusivo ao Dia da Independência Nacional, com três pontos à frente da equipa composta pelos melhores golfistas do “resto do mundo”.

A 3.ª edição do Dipanda President Cup decorreu no passado fim-de-semana, no Campo dos Mangais, na Barra do Cuanza. “Somos angolanos e por isso acreditámos sempre”, afirmou José Crispim, um dos capitães da Selecção Nacional, em declarações à imprensa durante a entrega de prémios.

O mesmo revelou que entrou em campo para ganhar. Aliás, José Crispim disse que sabia que tinha de dar o contributo para a equipa ganhar. Já Fátima Zampetti, a única senhora neste torneio, disse que “A filosofia do golfe é ‘um dia de cada vez’, temos de melhorar para elevar o nome de Angola, sobretudo no Dipanda President Cup porque é nosso, simboliza a nossa independência », concluiu determinada.

Balanço positivo

Luis Tembo, membro da organização, fez balanço positivo do torneio, salientando o entusiasmo visível em todos os jogadores até ao último momento de jogo. “Estamos todos muito felizes, ao final da terceira edição Angola venceu. Todos esperávamos esta reviravolta e é uma demonstração de que o golfe em Angola tem evoluído bastante. É importante que a modalidade tenha evolução, que os jogadores angolanos se tornem mais competitivos, mais dedicados à modalidade para que esta cresça no país”.