Governante britânica felicita Angola pelo 43º aniversário de Independência

A ministra britânica para África, Harriett Baldwin, renovou ontem a forte vontade do Reino Unido aprofundar a cooperação com Angola nos mais variados domínios da vida económica e social. A governante britânica expressou este desejo quando fazia uso da palavra na recepção oferecida pela Embaixada de Angola em Londres a propósito da passagem do 43º aniversário da nossa Independência.

Na presença do embaixador de Angola no Reino Unido, Rui Mangueira, e convidados, a governante britânica voltou a garantir que em breve ocorrem visitas ao mais alto nível entre os Governos de Angola e Reino Unido, com os olhos postos no estreitamento dos laços de cooperação entre os dois países que permitam atrair mais investimentos e apoiar o programa de diversificação da economia angolana. As relações de cooperação entre os dois países têm sido equacionadas na perspectiva de uma Grã-Bretanha fora da União Europeia, com forte autonomia no âmbito da cooperação bilateral sem as limitações da política monetária da União.

Energia, agricultura, infraestruturas e serviços são as áreas de fortes interesses nesta cooperação que se desenha entre os dois Estados, segundo mencionou Harriett Baldwin, que visitou o nosso país em Abril último. Na altura, a governante britânica tinha mantido encontros com vários responsáveis de departamentos ministeriais do Governo de Angola culminando com uma ida à Cidade Alta, onde tinha sido recebida pelo Presidente da Republica, João Lourenço. Harriett Baldwin realizou a sua visita na altura no seguimento de igual missão efectuada pela enviada especial da primeira-ministra britânica para o Comércio e Investimento, baronesa Lindsay Northover. Na ocasião, a enviada de Theresa May dissera que o seu país prevê, nas relações com Angola, um maior apoio nos mais variados domínios, com destaque para a agricultura, energia e formação de quadros. Tinha sido igualmente prometido o incremento do financiamento para Angola em 50 por cento, passando de 500 milhões de libras para 750 milhões.