CENI lançou oficialmente a campanha eleitoral na RDC

Em previsão das eleições presidenciais, nacionais legislativas e provinciais de 23 de Dezembro próximo, a Comissão Nacional de Eleições (CENI) lançou oficialmente nesta Quarta-feira, 21 de Novembro, o início da campanha eleitoral. O arranque será dado a partir da meia-noite em toda a extensão do território nacional.

O anúncio foi feito no Palácio do Povo no decurso de uma reunião do comité de ligação entre a CENI, os Partidos e agrupamento de Partidos Políticos. Após passar em revista as operações a desenvolver pela CENI e as operações em curso como a implantação do material eleitoral e a formação de funcionários eleitorais, Cornelius Naanga, presidente da CENI, rebateu na acreditação de delegados dos Partidos Políticos, jornalistas e observadores eleitorais.

Ele também apelou aos concorrentes para capitalizarem essa comunhão de um mês com a base, seguindo as recomendações apresentadas pela CENI, nomeadamente controlar o enquadramento legal do processo eleitoral; o conhecimento dos agregados eleitorais, bem como da escolha, credenciamento e treinamento de observadores, tal como a animação de campanha. Por outro lado, a CENI apela às pessoas para votarem, sensibilizar e convencer os outros a votar segundo as medidas éticas da integridade do processo.

A aceitação dos resultados eleitorais ou fazer uso do direito de contestação dos resultados, seguindo os meios legais, é outra das recomendações da CENI. Nangaa recordou a irreversibilidade da realização das eleições em 23 de Dezembro, convidando os 21 candidatos presidenciais, 15,355 candidatos para legislativas nacionais e 19,640 candidatos provinciais a observar contenção, cortesia e afixar os banners propagandísticos e outros meios de campanha apenas nos locais indicados