China e Filipinas traçam caminho para futuras relações na declaração conjunta

A China e as Filipinas emitiram nesta Quarta-feira, durante a visita de Estado do presidente Xi Jinping, uma declaração conjunta em que estipulam a cooperação na construção do Cinturão e Rota e concordam em discutir sobre a cooperação marítima.

Xi e o seu homólogo filipino, Rodrigo Duterte, que realizaram uma reunião bilateral em que traçaram o caminho para o futuro das relações China-Filipinas, tiveram uma profunda troca de opiniões sobre assuntos regionais e internacionais de interesse comum e atingiram importantes consensos, segundo a declaração conjunta.

Os presidentes chinês e filipino decidiram estabelecer a relação de cooperação estratégica abrangente com base no respeito mútuo, sinceridade, igualdade, benefício mútuo e cooperação de ganhos recíprocos. Os dois líderes reconhecem que a elevação das relações China-Filipinas para níveis mais altos corresponde aos interesses fundamentais e à aspiração compartilhada dos dois países e seus respectivos povos, diz o documento. As duas partes saudaram a assinatura do Memorando de Entendimento sobre a Cooperação na Iniciativa do Cinturão e Rota, acrescentou.

Saudaram também a assinatura do Memorando de Entendimento sobre a Cooperação no Desenvolvimento de Petróleo e Gás entre os dois governos, concordando em discutir a cooperação marítima incluindo a exploração de petróleo e gás marítimos, uso sustentável de mineral, energia e outros recursos marinhos, segundo a declaração conjunta. Também decidiram fortalecer os mecanismos de cooperação existentes noutras áreas relacionadas com os assuntos marítimos, de acordo com o documento. A visita de Estado de dois dias às Filipinas foi a primeira de um chefe de Estado chinês em 13 anos.

error: Content is protected !!