Rebeldes separatistas atacam consulado da China no Paquistão e deixam 2 mortos

Três agressores suicidas tentaram invadir o consulado da China na cidade paquistanesa de Karachi, nesta Sexta-feira, mas foram mortos antes de conseguir entrar no prédio, informou o chefe da polícia da local.

Ao menos dois policiais foram mortos durante o ataque, que foi reivindicado pelo Exército de Libertação do Baluchistão, um grupo insurgente separatista que se opõe a projectos chineses na província de Baluchistão. Todos os funcionários do consulado chinês estão seguros, afirmaram o primeiro-ministro do Paquistão, Shah Mahmood Qureshi, e o Ministério de Relações Exteriores da China. O ataque foi o mais proeminente a ser realizado no Paquistão contra a China, país vizinho e grande aliado que está investindo biliões de dólares no Paquistão como parte da sua iniciativa Cinturão e Rota.