Sarah Ferguson recorda com emoção a princesa Diana

Sarah Ferguson não consegue esquecer a princesa Diana. A mãe das princesas Beatrice e Eugenie de Inglaterra confessa que sente saudades da antiga cunhada e que pensou muito nela durante o casamento de Harry e Meghan Markle

Diana de Gales e Sarah Ferguson conheceram-se quando eram ainda muito novas e são muitos os traços em comum. A princesa do povo casou-se com o príncipe Carlos, em 1981, dias depois de completar 20 anos. Sarah também trocou juras de amor com outro dos filhos da rainha Isabel II, André, em 1986, com 26 anos de idade. Além da tenra idade com a qual se entregaram aos braços dos filhos da realeza, Diana de Gales e Sarah Ferguson têm ainda outro ponto de convergência. Os seus casamentos não viriam a durar muito tempo.

A união de Lady Di com o futuro rei de Inglaterra durou onze anos. Já o matrimónio dos duques de Iorque terminou antes de concluir uma década. Pelo meio, também o número de filhos é idêntico. A princesa Diana foi mãe de dois rapazes que hoje já se tornaram homens: William e Harry. Já a Sarah quis o destino que tivesse duas meninas, Beatrice e Eugenie, actualmente denominadas princesas de Iorque. Diz-nos também a história da realeza que terá sido Diana a incentivar Sarah Ferguson e o então cunhado, André de Iorque, a serem mais do que amigos, quando em 1985 planeou um encontro entre ambos. No início do ano seguinte já estavam comprometidos e em Julho viriam mesmo a subir ao altar da Abadia de Westminster, em Londres, onde se casaram.

Talvez por todos estes motivos, 21 anos depois da morte de Lady Di Sarah continua sem conseguir esquecer a amiga. Numa entrevista recente que deu ao “Good Morning Britain” a agora ex-mulher de André de Iorque confessou que ficou “muito honrada por ter sido convidada” para o casamento de Harry e de Meghan Markle, em Maio, e que durante a cerimónia pensou muito na princesa Diana. “A Diana teria adorado cada momento do casamento, teria ficado mesmo muito orgulhosa. Mesmo antes de eles casarem, ela diria algo como: ‘Nem acredito no quão bem se têm saído estes rapazes’, contou, emocionada, a ainda denominada duquesa de Iorque. “[Harry e William] são uma projeção dela. É incrível! Tenho saudades dela”, admitiu.