Juventude da CAsA-CE marcha em homenagem ao seu patrono

cinco anos após à morte de Hilbert Ganga, antigo membro da CAsA-CE assassinado a tiro, em Luanda, por um militar da Unidade de Guarda Presidencial(UGP), a organização juvenil desta força política coligada realiza actividades para exaltação dos seus feitos e exige indeminização para a família

mais de uma centena de jovens, militantes da CASA CE marchou neste Sábado, 24, para exaltar os feitos do seu patrono, tendo partido do Largo 1º de Maio e culminando no Cemitério da Santa Ana, onde estão sepultados os seus restos mortais.

Em declarações aO PAÍS, o secretário-geral da Juventude Patriótica de Angola (JPA), braço juvenil da CASA-E, Rafael Aguiar, afirmou que a actividade teve como objectivo exaltar os feitos do patrono da juventude e exigir um novo julgamento ao autor do crime.

“Nós exigimos que o autor material seja julgado numa instância superior, porque nós fizemos recurso e queremos um tribunal superior”, disse o político, que pretende que também respondam em Tribunal os autores morais da morte de Hilbert Ganga.

A marcha começou às 10 horas e terminou no início da tarde. Seguidamente, os militantes reuniram para para debater a vida e obra do seu patrono, cujo encontro juntou membros da coligação e familiares.

Actividades

As actividades alusivas ao patrono da Juventude Patriótica de Angola (JPA) iniciaram na Quinta-feira, 22, e terminam a 30 deste mês, e, segundo Rafael Aguiar, a organização prevê realizar, todos os anos, actividades em memória do seu militante. Informou que as actividades deste ano estendem-se por todo o país e para outros pontos do mundo, onde a organização tem representações, tais como Portugal, Reino Unido, França e Bélgica. Hilbert Ganga morreu a 23 de Novembro de 2013.