Editorial: monumentos

Angola tem poucos monumentos construídos, é uma falha nossa. O monumento dedicado aos combatentes na batalha vitoriosa do Cuito Cuanavale é um dos poucos, apesar de muito signifi cativo.

Os sul-africanos e namibianos, por sua vez, estão muito interessados em construir monumentos que assinalem a sua história, alguns deles em território angolano, como o de Cassinga e agora a intenção de construção no Bengo, Quibache.

Os monumentos são importantes e estratégicos, tanto em termos de preservação e valorização da história, como em termos económicos, com o fomento do turismo. Sim, quando se constroem monumentos não se está a deitar dinheiro fora, é só não querer ganhar tudo no mesmo dia.