interclube cai aos pés do Ferroviário de Maputo

A equipa angolana falhou ontem a conquista da Taça dos Clubes Campeões Africanos Basquetebol sénior feminino, ao perder com o Ferroviário de Maputo, Moçambique, por 59-56, em jogo disputado naquele país banhado pelo Oceano Índico

Texto de: Sebastião Felix

Interclube caiu ontem aos pés do Ferroviário de Maputo (Moçambique), na final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol sénior feminino, que decorreu naquele país banhado pelo Oceano Índico.

A equipa angolana, numa partida em que todos os argumentos da adversária foram válidos, perdeu por 59-56. No Pavilhão, completamente lotado, o cinco da Polícia Nacional resistiu até ao último minuto, mas os três pontos de diferença ditaram o segundo lugar à equipa azul e branca.

Apesar das dificuldades, as atletas do técnico Apolinário Paquete tentaram reduzir a vantagem. Mas, as moçabicanas entraram mais avisadas defensiva e ofensivamente do primeiro ao último minuto. A arbitragem, em alguns momentos, não soube julgar determinados lances a favor do cinco angolano. Depois disso, o nervosismo tomou conta das principais jogadoras do Interclube, sobretudo na ponta final.

Não tiveram discernimento nas jogadas decisivas e isso permitiu que as moçambicanas tirassem partido. O técnico do Interclube, Apolinário Paquete, foi várias vezes à mesa, onde solicitou descontos para bloquear a equipa adversária.

Foi um fracasso. As orientações não se traduziam em pontos na quadra de jogo, além de que as perdas de bola eram uma constante. Com este resultado, as polícias regressam ao país com a medalha de prata no peito, mas o Inter continua a ser equipa africana com mais conquistas, cinco.

Nas meias-fi nais, o Interclube venceu o Vita Club do Congo Democrático por 74-46, ao passo que as moçambicanas vergaram o First Bank da Nigéria por 75-65.