Dois cidadãos mortos por roubarem galinha

Consta do balanço da Polícia Nacional, na Huíla, a morte de dois cidadãos, um de 26 e outro de 42 anos, que foram surpreendidos a roubar galinhas numa residência, no município de Caluquembe. A polícia está no encalço dos acusados

Consta do balanço da Polícia Nacional, na Huíla, a morte de dois cidadãos, um de 26 e outro de 42 anos, que foram surpreendidos a roubar galinhas numa residência, no município de Caluquembe. A Polícia está no encalço dos acusados O município de Caluquembe, na Huíla, registou um crime de homicídio com recurso a objectos contundentes (paus), praticado por elementos conhecidos, de que são vítimas, dois cidadãos 26 e 42 anos de idade, camponeses.

Os cidadãos foram apanhados em flagrante, e agredidos até à morte pelos acusados quando tentavam roubar galinhas numa residência. Os acusado não hesitaram, empunhando os referidos instrumentos contundentes, e desferiram vários golpes, tendo-lhes causado morte imediata. No município do Lubango registou- se um crime de violação sexual, no bairro Agostinho Neto, praticado por um elemento conhecido, em que é ofendida a cidadã de 22 anos de idade.

O facto aconteceu quando ambos, por sinal cunhados, encontravam- se no restaurante, a conviver, e no regresso a casa, fazendo-se transportar da sua viatura, o individuo desviou a rota para a sua residência, onde manteve cópula ilícita com a vítima. O cidadão também está em fuga. Ainda no Lubango, dois cidadãos, de 19 e 21 anos, estão a ser acusados de ter abusado sexualmente duma outra cidadã e a ter mantido em cárcere privado.

Os acusados convidaram a ofendida para um convívio na zona turística da nossa Senhora do Monte e, após consumirem bebidas alcoólicas, levaram-na forçosamente para a residência de um dos acusados. Abusaram a jovem sexualmente e a mantiveram em cativeiro durante 72 horas, no bairro da Mitcha. No total, a polícia da Huíla registou, no período de 13 a 20 de Novembro, um total 80 crimes, tendo sido esclarecidos 66 e culminado na detenção de 72 cidadãos, como presumíveis autores. Entre este grosso destacam-se três homicídios, quatro violações sexuais, 21 ofensas corporais, 13 roubos e 17 furtos.