1º de Agosto procura criar vantagem no 11 de Novembro

Depois da boa campanha na edição passada da Champions, os “militares” recebem hoje, em Luanda, o AS Otôho do Congo Brazzaville, para a 1ª mão da preliminar de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões

O 1º de Agosto, tri-campeão nacional, recebe hoje o Association Sportive (AS Otôho) do Congo Brazzaville, no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, às 16:00. O desafio que vai opor “militares” do Rio Seco e congoleses marcará a 1ª mão da primeira eliminatória de qualificação à fase de grupos da 23ª edição da Liga dos Clubes Campeões Africanos em futebol.

Os “rubro-negros”, sob o comando técnico do bósnio Dragan Jovic, são os potenciais favoritos a vencerem a partida, porque encontram-se na condição de visitados, além de acumularem uma vasta experiência na prova, depois da sensacional presença nas meias-finais da competição, tendo sido eliminados pelos tunisinos do Esperance, muito por força da actuação do árbitro zambiano Janny Sikazwe. Nesta partida que se advinha difícil para o embaixador angolano, o campeão do Girabola tem de fazer transparecer dentro das quatro linhas a sua maior virtude, sublinhada com a parelha formada por Bobó e Danny Massunguna, no centro da defesa.

Apesar de ter pela frente um adversário desconhecido na prova sob a égide da (CAF), os agostinos terão de encarar este opositor com bastante atenção, mas nunca colocando de parte a vertigem ofensiva que terá de ser assumida por Geraldo/ Ary Papel.Em declarações à imprensa, no final da sessão de treinos efectuados ontem, o treinador adjunto do 1º de Agosto, Ivo Raimundo Traça foi lacónico e disse que a sua agremiação vai tentar marcar presença na final da prova continental, tendo dito, igualmente, que do ponto de vista clínico, a equipa goza de boa saúde.

Ontem, no Estádio França Ndalu, o bósnio Dragan Jovic privilegiou com afi nco o sector defensivo e as acções ofensivas, de modo a conseguir golos que possam garantir uma viagem confortável do tri-campeão angolano ao reduto do adversário. Para este encontro, Dragan Jovic poderá escalar o seguinte onze inicial: A baliza voltará a ser assegurada por Tony Cabaça. A linha defensiva será constituída por Bobó, Danny Massunguna, Paizo e Issac. Na zona nevrálgica Show, Bua e Mongo, ao passo que Geraldo, Ary Papel e Mabululu são os indicados a assumirem as despesas ofensivas. A partida da 2ª volta está marcada para 4 de Dezembro próximo, na República do Congo.