Angola e Camarões agitam janela de apuramento

O triunfo, a acontecer esta noite, colocará Angola a um passo do Mundial, ou seja, precisará de uma vitória para carimbar o passe rumo à festa da bola ao cesto em solo chinês no próximo ano

Texto de: Mário Silva

A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol e os Camarões começam hoje a discutir o passe de acesso ao Mundial da China em 2019, no Pavilhão Multiusos do Kilamba, em Luanda, em jogo referente à primeira jornada da Quinta Janela Apuramento, às 20:00. No grupo E, os angolanos venceram os camaroneses na primeira volta por por 83-76, porém, esta noite repetir a proeza é o lema.

O triunfo, a acontecer, colocará o cinco nacional a um passo do Mundial, ou seja, precisará de uma vitória para carimbar o passe. Para isso, o treinador-norte americano ao serviço da turma angolana, William Voigt, tem a obrigação de conhecer melhor os pontos fortes e fracos dos camaroneses orientados por Lazare Adingono.

É ponto assente que este timoneiro conhece o basquetebol angolano, bem como os atletas. Trabalha com o Petro de Luanda há mais de cinco anos. Ontem, o cinco nacional realizou o último treino, pelo que foi feita a convocatória para o embate desta noite.

Motivados por estarem a jogar em casa, os angolanos querem colocar os camaroneses cada vez mais distantes da conquista de um lugar. Mas, Lazare Adingono entrará mais atento, porque sabe que pode vergar o adversário na primeira jornada.

Voz do treinador Na antevisão à última fase de apuramento ao Mundial da China, o técnico da Selecção Nacional, William Voigt, disse as que com as ilações tiradas, com mais algumas correcções no sector defensivo e na circulação da bola, Angola tem tudo para realizar uma eliminatória tranquila.

William Voigt revelou que tem pouca informação da selecção camaronesa, mas garante que a sua equipa está preparada para conquistar a vitória.