Adingono promete mais trabalho

O treinador dos Camarões, Lazare Adingono, disse que Angola foi superior na ponta final do desafio, porém, vai continuar a trabalhar para um melhor basquetebol no futuro.

Lazare Adingono adiantou que a sua equipa teve algumas falhas na ponta final, logo, o cinco angolano soube tirar partido nos lances ofensivos. O seleccionador camaronês reconheceu e já pensa no próximo desafio, pelo que admitiu que Angola é o seu segundo país no que toca ao basquetebol, uma vez que orienta neste momento o Petro de Luanda. Por isso, soube complicar no primeiro e no segundo quarto.