Cinco nacional mais próximo do Mundial da China 2019

A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol está mais próxima do Mundial que a China vai acolher no próximo ano. Ontem, o cinco nacional venceu os Camarões por 77-73, no grupo E, em desafio a contar para a primeira jornada da Janela de Apuramento que decorre no Pavilhão Multiusos do Kilamba, em Luanda. Na partida, os camaroneses dominaram o primeiro e o segundo quarto, uma vez que o cinco angolano entrou com alguma patia.

No reatamento da partida, os camaroneses, orientados por Lazare Adingono, voltaram a mandar no jogo. Angola não conseguia organizar ataques, no entanto a expulsão de Yannick Moreira baixou, em alguns momentos, o moral do grupo. Aliás, o adversário liderou o marcador até a segunda metade do último quarto, mas as mexidas operadas pelo técnico angolano, William Voigt, surtiram efeito. O seleccionador nacional, a dois minutos do fim, olhou para o banco e chamou Carlos Morais e Olímpio Cipriano.

Os dois atletas, quando se fizeram ao campo, surpreenderam os camaroneses, pelo que a experiência foi superior. Carlos Morais, com triangulações perfeitas com Olímpio Cipriano, fez os triplos mais importantes para o triunfo da selecção angolana. Quando Angola assumiu o marcador, geriu o desafio até soar o apito do árbitro, no entanto o internacional angolano era o mais marcado pelos camaroneses. Com este triunfo, o cinco nacional motivado defronta hoje o Tchad na segunda e uma eventual vitória consolida o caminho rumo à China 2019. Os tchadianos perderam ontem com o Egipto por 58-85, por isso Angola é teoricamente favorita nesta partiuda. Ainda assim, Carlos Morais admitiu que não se pode ingorar o adversário.