comércio externo com novas regras específi cas

O Governo elaborou uma lista de 54 produtos sobre os quais incidirão regras específi cas sobre importação

As novas regras a serem implementadas deverão fomentar a produção interna e incentivar o surgimento de novos produtores, com efeitos sobre o preço e qualidade dos produtos.

Inflação

A instituição The Economist Intelligence Unit reviu em alta a taxa de infl ação para o ano corrente. A variação da taxa de inflação para o final de 2018, de 22,3% apresentada em Setembro para 24,9% em Novembro, se concretizada poderá condicionar o poder de compra das famílias, com impacto sobre o crescimento da economia.

Finanças Públicas

As receitas petrolíferas em Outubro situaram-se em 310,91 mil milhões AOA. O montante representa um declínio de 10,1% em termos mensais, e refl ecte a redução da produção neste período, com impactos na amortização da dívida pública e na arrecadação de divisas para a economia.

As receitas fiscais diamantíferas arrecadadas em Outubro quintuplicaram, face a Setembro, ao situarem-se em 3,858 mil milhões AOA. O aumento do volume de diamantes vendidos neste período contribuiu para o desempenho positivo das receitas, com efeitos na execução fi nanceira do Governo e na melhoria da provisão de produtos e serviços às famílias e empresas.

Mercado monetário

O crédito disponibilizado aos diferentes ramos de actividade da economia atingiu 4.143,34 mil milhões AOA no mês de Outubro. O montante representa um incremento de 2% face ao período anterior, e poderá contribuir para a viabilização de projectos de investimento, com efeitos no crescimento da economia e na criação de emprego.

Espaço Internacional
EUA

O Produto Interno Bruto anualizado referente ao terceiro trimestre manteve-se em 3,5%, uma desaceleração de 0,7 p.p., face ao período anterior.

A moderação do desempenho da economia poderá pressionar as importações norte-americanas e penalizar a procura de petróleo com efeitos nos preços e nas exportações de países como Angola. A confiança do consumidor apurada em Novembro situou-se em 135,7 pontos, uma redução de 1,60% face ao mês anterior.

Os receios em torno da moderação do crescimento da economia em virtude das tensões comerciais, influenciaram as expectativas. O facto poderá impactar na procura interna e nas importações dos EUA com efeitos sobre as exportações de Angola.

Alemanha

O clima de negócio referente ao mês de Novembro reduziu 0,9 p.p. face ao mês anterior, situando-se em 102 pontos. A terceira redução mensal consecutiva do indicador poderá ser refl exo da desaceleração da economia, que contraiu 0,2% no terceiro trimestre, com possíveis efeitos nas trocais comerciais entre Alemanha e Angola.

A taxa de desemprego atingiu 5% no mês de Novembro. A desaceleração de 0,1 p.p. face ao mês anterior, contribuiu para que a taxa de desemprego atingisse o menor nível dos últimos 28 anos, o que poderá contribuir para a recuperação do crescimento económico do país, com impacto sobre as trocas comerciais entre a Alemanha e Angola.

Japão

A produção industrial referente ao mês de Outubro registou incremento de 2,9%. O desempenho mensal refl ete um aumento de 3,3 p.p. em relação a Setembro e a maior variação desde Janeiro de 2015. O registo industrial poderá impactar as exportações para Angola.

error: Content is protected !!