Editorial: Facilitando

Cinco dos 65 quilómetros do troço que liga as localidades do Cuima, na província do Huambo, e Cussy, na Huíla, já estão cobertos de asfalto, informou a ANGOP, citando o encarregado da obra, Fernando Teixeira. Trata-se da Estrada Nacional 354, extremamente importante para as economias do Huambo e da Huíla, além das do Bié e do Cuando Cubango, ou seja, a ligação entre o Sul e o centro do país.

Hoje, alguém que queira sair do Huambo para a Huíla, províncias vizinhas, tem de passar por Benguela, um absurdo que, como qualquer absurdo, não tem explicação aceitável. Em Fevereiro serão trinta quilómetros asfaltados.

O bom seria que existisse alguma instituição que medisse as subidas e descidas da nossa economia relacionadas com o bom ou mau estado das estradas.