Pérolas africanas buscam segunda vitória

Hoje, a Selecção Nacional sénior feminina de andebol, campeã africana, enfrenta o Marrocos, às 15:00, para o arranque da 2.ª ronda, pontuável para o grupo B do Campeonato Africano das Nações (CAN)

POR: Kiameso Pedro

A Selecção Nacional sénior feminina de andebol recebe a similar do Marrocos, a partir das 15:00, em encontro referente à segunda jornada do grupo B da 23ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), a decorrer desde o pretérito Domingo, em Brazzaville. “Angolanas e marroquinas” partem esta tarde para a penúltima ronda da competição, pelo que se aguarda uma partida com casa cheia. Competitivamente, o combinado angolano parte para este encontro em vantagem, a julgar pela vitória alcançada na abertura de forma confortável diante da Guiné- Conacri (40-17).

Espera-se, à partida, um bom desafio, mas de desfecho previsível. O Marrocos, após perder na abertura diante da anfitriã, República do Congo (36-23), sabe que terá de conjugar esforços para tentar conquistar a primeira vitória na competição. Tendo pela frente Angola, uma agremiação muito experimentada na prova continental, detendo na galeria um total de doze títulos, é discutível que as comandadas do dinamarquês Morten Soubak terão imensas dificuldades para ultrapassar aquele conjunto magrebino. Ontem, as “Pérolas africanas” folgaram por imperativo de calendário. O seleccionador nacional aproveitou o momento para recuperar a componente física das jogadoras.

A liderança da série B é partilhada pelas selecções nacionais de Angola e da República do Congo, com dois pontos, cada uma. Marrocos, Guiné-Conacri e República Democrática do Congo continuam sem pontuar na competição que termina a 12 de Dezembro. As campeãs do continente “Berço da Humanidade” encerram a fase de grupos defrontando na Quinta-feira as anfitriãs do Congo-Brazzaville. Depois da conquista da prova continental em 2016, as “Pérolas”, sob comando do seleccionador dinamarquês, vão a caminho da décima terceira consagração. Noutro desafio da série, a República do Congo mede forças com a RDC, às 18:00.