Lista dos dez melhores filmes de 2018 exclui realizadoras

A selecção dos 10 melhores filmes do ano do American Film Institute já foi revelada. Até à data é o melhor indicador para os Óscares de 2019

No American Film Institute (AFI) não há vencedores, apenas seleccionados. São os 10 melhores e ao longo dos últimos anos as escolhas do instituto correspondem às nomeações dos Óscares. Trata-se das escolhas de uma mistura de profissionais do cinema americano, académicos e críticos. Não deixa de ser curiosa a ausência de cineastas femininas na lista, embora esteja a ser aplaudida a inclusão de cineastas afro-americanos, como Barry Jenkins em “If Beale Street Could Talk”, Spike Lee em “BlaKkKsman” e Ryan Coogler em “Black Panther”, o primeiro filme de superheróis com toda esta aclamação de prestígio.

Este ano foi atribuído o Prémio Especial, neste caso a Roma, de Alfonso Cuarón. Por ser em língua estrangeira, esta saga familiar a preto & branco ficou de fora dos critérios para a lista dos melhores. Favoritos como “Green Book -Um Guia para a Vida”, de Peter Farrelly e “Um Coração na Escuridão”, de Paul Schrader, estão obviamente referenciados, mas há quem comente as ausências de filmes como “Vice”, de Adam McKay, “Viúvas”, de Steve Mc- Queen e “O Primeiro Homem na Lua”, de Damian Chazelle, que está a ser penalizado pelos resultados de bilheteira algo tépidos. Nesta corrida aos prémios de cinema de 2018/2019 há ainda o caso de “Correio de Droga”, de Clint Eastwood, posto pela Warner a estreiar nesta janela limite, mas que ainda não está a pegar. Julga-se que um dos motivos desta omissão prende-se com o facto de o filme ainda não ter sido visto por muitos dos votantes.

Talvez se confirme nas nomeações dos Golden Globes o que poderá acontecer a esse thriller moral do veterano. Mas a surpresa parece estar a ser nesta altura “Eight Grade”, do actor Bo Burnham, pequeno filme “indie” que inicialmente não estava no radar das aclamações. A lista tem também a ousadia de ser verdadeiramente eclética: “Um Lugar Silencioso”, filme de terror de John Krasinski, está igualmente eleito! Fez-se justiça a um dos grandes filmes do ano. E são estes os dez melhores segundo o AFI: Black Panther; Green Book – Um Guia para a Vida; O Regresso de Mary Poppins; Um Lugar Silencioso; BlaKkKsman; Eight Grade; Assim Nasce uma Estrela; No Coração da Escuridão; A Favorita, e If Beale Street Could Talk.